15 de janeiro de 2010

Estrelas são amores que morrem

Sabe, eu descobri que esse brilho que te enfeita o olhar quando tu me olhas é estrela. Estrela verde, ainda no pé. Olhos são ninhos de amor e pomares de estrelas. Outro dia, caminhando na rua e olhando pro céu, encontrei uma estrela da cor dos teus olhos. Primeiro sorri - senti o vento me envolver e pensei no teu abraço -, mas depois senti uma estranha tristeza nascer em meu peito e crescer, como fosse me engolir por dentro. Fiquei sem entender o porquê daquela angústia, a razão daquela súbita vontade de chorar, até que olhei novamente a estrela cor-de-teus-olhos e reconheci o teu olhar manhoso; aquele de quando tu queres colo, de quanto tu estás carente. Naquele momento eu soube que aquela estrela era tua. Ela brilhou nos teus olhos como esse brilho que te enfeita o olhar quando tu me olhas hoje, mas por outra pessoa. Estrelas são amores que morrem. E meu medo é deixar de ser brilho nos teus olhos pra ser estrela no teu céu.

27 comentários:

Katrina disse...

E tem tantas estrelas no meu céu

The Owl disse...

Lindo texto!

Alan Félix disse...

Olhos são ninhos de amor e pomares de estrelas."


Esse trecho foi lindo, nesse universo de blogesfera existe pouca coisa que me agrada, mas uma coisa tenho certeza que seus textos me encantam.

Sou muito seletivo ao dizer que admiro algo, mas admito que admiro o que escreve.


Abraço!

Edina Regina Araújo disse...

Que texto suave e gostoso! "Estrelas saõ amaores que morrem"

Amei teu texto minha querida beijaõ tô te seguindo.... Mas é jáaaaaa hahaahaha

Uriálisson disse...

tem uma sensibilidade tão grande...lindos teus textos

Jess disse...

O problema do ser-estrela/amar-estrela é que são longes. Amores que morrem às vezes são companheiros, às vezes mais que os vivos.
Noite após noite eu vejo a mesma estrela e cada dia ela está mais brilhante. Talvez esse amor esteja morrendo, então?

Dandara disse...

se uma estrela minha for pro céu, eu laço ela com um raio de lua.

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

No meu céu já tem muitas estrelas, mas por favor, agora chega!

Luciana disse...

Lindíssimo!
'Estrelas são amores que morrem'
Fiquei a pensar... se for assim, também não quero virar estrela.

Beijo, Nat!

Natália Corrêa disse...

Jess,

Talvez a estrela brilhando forte no seu céu seja um amor que já morreu e quer renascer em seus olhos. Porque não?

Luana Gabriela disse...

Que lindo.
Meu céu tá cheinho de estrelas. E não sei se cabe observar mas só conseguimos ver as estrelas quando o céu está escuro, né?

Bjos

Mariana Andrade. disse...

aaah, mas se todo o brilho da estrela alheia morrer, e o teu, ainda assim, continuar, é sinal de que ainda dá pra tentar capturá-la com tua luz.
é só esperar chegar a noite.. e o desejo de iluminar, a todo o custo.

aah, como eu senti falta daqui! não largo mais aheuhae

Carolda disse...

Não acho que estrelas sejam amores que morrem. Não necessariamente. Podem ser amores distantes também, mas não necessariamente mortos.
Enfi, texto lindo. Me fez refletir bastante.
Um beijo

Kuriozza disse...

Eu queria mesmo era saber usar as palavras para escrever coisas assim.


Lindo texto. Lindo mesmo.

Kristina Mendonça disse...

Lindo texto; acho que não tenho muitas estrelas no meu céu :B

César Fernández disse...

Meu céu já tem estrelas demais...
Sinto muito, mas você não vai se juntar a elas.
Seu lugar é brilhando nos meus olhos apaixonados mesmo.

[onde você consegue essas imagens tão lindas pra ilustrar seus belos textos?]

stella scrummiest disse...

Olá!

Ah, compreendo. Então aguardei as férias! O convite ainda está de pé!

Beijinhos!

Elizabeth disse...

"E meu medo é deixar de ser brilho nos teus olhos pra ser estrela no teu céu."

tu é tããão poética... amiga, viciei no teu blog, juro :*

Uriálisson disse...

e quando as estrelas morrem e viram buracos negros?

Tiago Fagner disse...

Nat, pena q n estou nesse momento com o espírito aberto pra entender o o teu texto completamente. Mas vejo q é lindo, me fez sorrir.

"Estrelas são amores que morrem. E meu medo é deixar de ser brilho nos teus olhos pra ser estrela no teu céu."
Não sei se isso é mais dolorido ou aconchegando, vai ver a dor seja tenha um bom colo.

Rafael disse...

Olhos cor de fogo, deviam ser do diabo...

Tiago Fagner disse...

aconchegante*

Charlie B. disse...

" Estrelas são amores que morrem "

e se é assim, então, me tornei uma, não por querer, mas por aceitar o fato de que o que era doce, amargou-se a alma.

Beijo,

Charlie B.

Quel Dgues disse...

O importante é que brilhem, ou nos olhos ou no céu.

Tu me encantas!

Sylvio de Alencar. disse...

O amor é eterno, e não só enquanto dura.
Parece que seu medo, faz parte dele...
Tenho amado pouco, percebo.
Não sofro, mas também..., sei lá.
Existe delicadeza em suas palavras.
Bjs.

Erica Ferro disse...

E eu tenho um bocado de estrelas no meu céu.
Uma está quase indo fazer parte da constelação, mas eu ainda a prendo, a quero por perto, brilhando e iluminando-me.

Lindo!

Beijo.

Luciana disse...

teu texto eh gostoso de ser lido, sabia?

Quem me segue (se perde comigo)