15 de outubro de 2009

Pathos

Ele
Tão terno
Sem terno
Em cima de mim
Eu
Tão rouca
Sem roupa
Gritando que sim
Nós
Tão juntos
Em muitos
Orgasmos sem fim

20 comentários:

Erica Ferro disse...

Quente!

Marcelo Mayer disse...

enumeração quente!!!!

PQP!!!! fodido!

meus instantes e momentos disse...

bom, muito bom.
Gosto de ti....
Tenha um feliz final de semana

César Fernández disse...

esses pathos são uns safadinhos...
mas eu ainda prefiro zebras :B

Natália Corrêa disse...

HAOSHAOSJASJA
tive que rir! =P

Katrina disse...

UAU, nem queria ler uma coisas dessas no estado que estou, haha

Anitha disse...

Obrigada pela sua visita e comentário.
Gostei muito daqui! :)
Bom final de semana pra vc!

Tiago Fagner disse...

Não esqueça de apagar as luzes...

Kristina Mendonça disse...

Muito ousado e sincero ;O
Gostei disso , sheuhe .
Gostei do novo look do blog também.
*:

Lucas Lima disse...

muito bom, combina com a nova cor do blog, rs
bom fim de semana.

A. disse...

Adorei, Nati. *-* Eu sempre leio seu blog, mas nunca comento. ):

Matheus N. disse...

ficou FODA!
e o lay tá lindo :*

Agatha disse...

UAU!
Você consegue escrever algo quente com maturidade. Muito bom!

1Bj

Tatiane Trajano disse...

Juro que eu não posso ler isso
Hahahaha..

Quero muito tudo isso!
^^

rs

Beijos

Vinícius Remer disse...

Lindo poema, nu e cru, nua e lua que nos vigia. Amor sem pudores. Arte sem censura
;**

Ela disse...

Que inveja...

:*

Henrique disse...

Chega a ser dançante, contagiante, ótimo.

Belo retrato, do dois sendo um só.

Luciana disse...

mas heim? O.o

Tiago F. Moralles disse...

Delícia.

Uriálisson disse...

rs,simples e bem encaixado
prazeroso poema

Quem me segue (se perde comigo)