17 de janeiro de 2011

Melancolia

Se eu fosse noite
Hoje eu estaria nua
Sem lua, sem estrelas

As estradas estariam sem carros
As praças sem amantes
O horizonte sem cor

Meu céu estaria nublado
E minhas nuvens carregadas
Choveriam o meu lamento

O vento estaria parado
Os mares estariam opacos
Sem luz pra refletir

As ruas estariam sem postes
As mariposas estariam sem asas
E as casas, sem janelas

As donzelas estariam cansadas
De esperar, de sorrir
As crianças com medo de dormir

Se eu fosse noite
A escuridão seria tanta, mas tanta
Que os olhos deixariam de brilhar

O mundo inteiro seria um poço profundo
Toda dor fecunda
Toda alma imunda

Eu seria noite e o amor (em mim) se extinguiria
Amordaçado &  sufocado
Nesta melancolia amarga .

13 comentários:

The Owl disse...

Estava sumida! Senti falta de ler seu blog tb! Senti mesmo :)

Joana Masen disse...

Lindo poema, parabéns!

Lara disse...

Fez falta por aqui. Apesar das palavras cheias de dor.

Matheus N. disse...

.. sendo eu o dia, ou outra coisa qualquer.. sendo eu, permito que tudo isso seja possível, tudo e muito mais..

sendo eu o dia.

Lara disse...

Ironicamente minha cor favorita ainda é o roxo.

E a minha timeline também percebeu sua ausência.

:)

Vanessa Romão disse...

Ainda que toda nua, e embora nada brilhasse, se você noite fosse, eu teimaria em ser estrela.

Alguém coisa tem que brilhar.

:*

Matheus N. disse...

e gostei muito de te ver aparecendo por aqui (de novo).

por mais que não se tenha mais dezessete poucos anos hihi

enquanto eu puder, estarei.
eu permaneço.

:*

Uriálisson disse...

gostei,gostei mesmo!

Alan Félix disse...

Senti saudade de suas palavras, que não seja melancolia sua noite, que algum candeeiro venha iluminar-la.

Nathalia Pacheco disse...

Mesmo que houvesse luz, tudo ainda estaria escuro na melancolia mórbida, essa que volta e meia nos cerca. Bonito, bonita.

Erica Vittorazzi disse...

Que saudade de te ler. Amei este post e o anterios que quase me fez chorar. Ando assim, um pouco sensível demais. E se eu fosse noite, seria tua irmã...


... gêmea.

Beijos

Marcel Hartmann disse...

Sério, lindo isso.

Geni Laís disse...

"Se eu fosse noite
A escuridão seria tanta, mas tanta
Que os olhos deixariam de brilhar"

que você nunca seja noite.
a luz dos olhos nunca podem se apagar.

Quem me segue (se perde comigo)