8 de abril de 2010

Timidez

(meu desejo escoa molhado pela minha boca seca e ecoa pro lado errado. É o eco mudo das palavras que eu engulo, molhado da saliva que eu derramo sempre que lhe vejo e me calo. Eu fecho os olhos pra você não ver que meus olhos gritam tudo aquilo que eu não falo, mas meu pensamento é ralo e escorre pelos dedos da mente, e não importa o quanto eu minta e tente, meu corpo não consegue esconder o abalo que sente quando eu sinto seu cheiro tão rente e inalo o hálito quente que sua respiração exala).

37 comentários:

Por que você faz poema? disse...

O desejo é tão real, parece tão perto que quase é possivel sentir seus cheiros, seus medos, seus desvios.

Erica Ferro disse...

Abra os olhos, deixe que eles gritem e que a mensagem seja entendida.

;*

Kuriozza disse...

O que a alma sente os olhos não podem esconder. Angústia.

Mariana Andrade. disse...

logo eu, que dentro de mim sou tão liberta.

Julia Guadagnucci disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Erica Vittorazzi disse...

O nosso corpo sempre nos entrega!!!

Eu também estava com muitas saudades daqui!!!!


Beijo

gabriela m. disse...

menina, que saudade que eu tava de você e dessa sua mania de me roubar textos telepaticamente.


--

é a Barão de Souza Leão, sim.
Eu só 'abreviei' :)

Sylvia Araujo disse...

E o tremor das mãos entrega o que desintegra por dentro.

Menina, que tom. Maravilhoso!

Beijomeupravocê

Minha Vida disse...

Seus textos são ótimos, adorei esse.

Jéssica disse...

Um jeito poético de descrever um beijo. Gostei =D

;**

Charlie B. disse...

Fale, grite, berre com tudo o que puder, se é amor, não se envergonhe, ame que nem louca, se jogue e confesse tudo o que sente!

beijo,

Charlie B.

Marcel Hartmann disse...

São teus olhos que falam comigo.

Maris Morgenstern disse...

A esses corpos que não sabem mentir.

Bárbara disse...

Nossa! Senti um arrepio durante a leitura desse texto que é pequeno mais descreve uma sensação imensa! lindo lindo lindo.
parabéns.

D i c a disse...

Senti falta disso, de palavras que fazem sentido, de boas contruções, das tuas idéias.

Tanto que já senti isso, timidez encruada.

;*

Alan Félix disse...

Estava fazendo falta ler você por aqui. Quando guardamos tudo dentro da caixa lacrada que somos nós, chega um momento que explodimos por alguma parte, essas partes vibram intensamente palavras encacerada.



Abraço!

Tatiane Trajano disse...

Meus olhos sentiram saudades de te ler.
Isso aqui, cheira POESIA.

=****

R. disse...

Gostoso de ler, me deu vontade musicar!

Bjs!

Tiago Fagner disse...

Nada esconde essa minha tímidez, excerto 'o hálito quente que sua respiração exala'.

Bju moça!

Glauco Guimarães disse...

Uau...

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Como sempre muito bom! Ler blogs como o seu se tornou um vício, parabéns!

O meu post atual foi inspirado na sua postagem que tem como título ECO-LOGIA.

Abraços.

Nat disse...

CA-RA-LHO. Tão intenso, acho que só de ler senti uma agonia dentro de mim. Nossa, excepcional.
Gostei.
Você tá nos meus favoritos há um bom tempo, sabia disso?
:D

Juliana Marques. disse...

é tão forte, tão intenso... eu abriria os olhos e deixaria que eles gritassem.

Rafael disse...

oh yeah , isso é poesia...
bjs

André S. Lima disse...

profundo, real e um tanto sexy rs simplesmente adorei!

Bruno Carvalho disse...

Uma prosa poética de excelente qualidade, fiquei realmente tocado.

Um abraço,
Bruno Carvalho

Elizabeth disse...

O corpo fala, fato. Sei disso porque vocês (tu e luli) sempre diziam que eu ficava com cara de lesa quando estava perto de um certo fulano ai. E eu nunca percebi!

P.S: amiga, posta tuas 'reflexões', haha :*

Danilo Augusto disse...

Nossa, você é muito boa nisso!
Esse rapaz deve ser, realmente, alguém muito "quente" para te dar tanta inspiração

carol disse...

também sofro disso ;f

Jayke disse...

Sinto falta de vc aqui, lá e acolá. Saudade, prima. Amo-te.

Luna Cortez disse...

eu li num folêgo menina!

M.F. disse...

Me apaixonei pelo teu blog.

Glauco Guimarães disse...

Ge-suis... perdi até o ar! Posso desenhar isso?

Bia Carvalho disse...

descreve meus pensares sem ao menos ter conhecimento de minha existência.
ótimo blog.

Felipe disse...

O que eu mais gosto dos textos daqui é que eles me inspiram. Digno de ler e dizer obrigado!

abraços

Larissa disse...

Lindo, lindo. Inspirador, envolvente, terno e arrebatador. Pode ser? Adorei.

Tati disse...

Dá pra botar uma boa música nessa letra.
Muito boa.

Quem me segue (se perde comigo)