20 de julho de 2009

ainda acordada...

eu penso agora nos amores que tive, nos amores que perdi. penso nas lágrimas que derramei, na tristeza que um dia senti. penso em quantas vezes eu já não acreditei que fosse o fim, quantas vezes eu não pensei em desistir. penso naquelas noites, como essa, sem conseguir dormir; e penso naquelas manhãs em que eu não quis acordar. penso e, pensando, lembro das tristes despedidas, do abraço apertado na partida, do sorriso caloroso na chegada. lembro dos dias que amanheceram cinzentos e que, mesmo fechados para qualquer raio de luz, foram palco de muita brincadeira e muito riso sob a chuva. lembro dos sorvetes, dos chocolates, dos trabalhos escolares. lembro das brigas, dos desabafos, dos abafos, dos sacrifícios. lembro das noites perdidas de papo pro ar, a promessa de ver o sol raiar; os pés descalços, cansados de dançar. sim, eu lembro das danças, das tranças, dos penteados iguais. lembro das criações, confusões e confissões. lembro das paixões de colegial, do primeiro selo, do primeiro beijo, dos primeiros carnavais. lembro das cartinhas, das cartilhas, das partilhas de roupas, escova de dentes e amor. penso nos filmes, nas pipocas, e mais chocolates, e mais trabalhos. penso no desespero, nas viagens, nas trilhas sonoras; naquela música que até hoje, quando toca no rádio, me dá vontade de chorar. lembro do braço aberto, do colo pra chorar.... das ligações e mais ligações, e das transmissões de pensamento, de sentimento; penso no tormento que é não poder ligar, nem falar, nem perguntar se fulano finalmente vai se declarar. penso em como a felicidade de alguém pode ser o bastante pra me deixar feliz também, e em como um sorriso só sorri por tantos além. não importa se é vibrando, chorando, cantando, reclamando, ou clamando a Deus um pouco mais de paz. não importa se está longe, ou se está perto. não importa raça, religião ou gosto musical... amigo que é amigo, é amigo de verão a verão, em qualquer estação, mesmo que seja de trem. [um feliz dia dos amigos para todos, e obrigada aos meus amigos. que estão em mim, que estão comigo!].

9 comentários:

marina . disse...

Que lindo, Nati.

Luciana disse...

"lembro do braço aberto, do colo pra chorar.... das ligações e mais ligações, e das transmissões de pensamento, de sentimento; penso no tormento que é não poder ligar, nem falar, nem perguntar se fulano finalmente vai se declarar. penso em como a felicidade de alguém pode ser o bastante pra me deixar feliz também, e em como um sorriso só sorri por tantos além."

Sem palavras. Eu te amo DEMAAAIS. ♥

Bárbara disse...

"um sorriso só sorri por tantos além" amizade é isso aí! sorrir o sorriso deles como se fosse nosso :]~
beeijos

beth disse...

amiga, eu queria ter so um pouquinho da capacidade de se espressar que voce tem, mas é impossivel! te amo, éérr, muito ¬¬

[x] disse...

Agora seu layout não tá mais tão gay :/ hauahauahu
Obrigado mesmo pela ajuda Nat. E um Feliz dia dos amigos atrasado.

Manuela Moraes disse...

TEXTO MUITO LINDO!
Orgulho dessa amiga que te ama. :)

Eu posso lembrar de tantas coisas relacionadas à amizade, amiga! Choro, alegria, compreensão, auxílio, riso, cuidado, carinho, trabalhos, festas, MSN, orkut, twitter (eu vi vc, viu mocinha?)... Amizade é um sentimento só que abrange TANTAS coisas! Incluindo, pode abrangir o amor. Amor e amizade: dois sentimentos muito importantes na minha vida.

Pode acreditar que, na parte da amizade, vc está totalmente incluída, amiga! Não quero perder sua amizade NUNCA!

Te amo demais! (L)

Matheus Sobral. disse...

"em qualquer estação, mesmo que seja de trem". disso eu entendi que mesmo quando eles vão embora, permanecem um pouco em nós. Era isso?

Não sei se você lembra de mim... Amigo de André, te conheci do dia do show do Iron. Sempre vejo seu blog, mas nunca cometei porque não tinha blog. Agora tenho =D
Te adicionei nos favoritos, certo?

Cadu disse...

fica a dúvida né? o que seriamos de nós sem amigos?

dandara. disse...

Tem uma música chamada "au port" de camille, significa no porto. Ultimamente eu tenho corrido pra vários portos, porque a minha carga eu não consigo mais carregar sozinha. O que seria da gente sem os amigos? O que seria de nós se fossemos apenas nós? Acho que não seria!

Quem me segue (se perde comigo)