11 de dezembro de 2007

Aos Dezessete.

"E aos dezessete anos aprenderemos a viver, a procurar as coisas que nos fazem bem" (Night Angels)

Aos dezessete nós conhecemos as tentações da vida, o desejo de ter, de ser, o não poder, o achar que é certo, grande e forte, a busca por uma identidade própria, um referencial, a luta pra conquistar um espaço, para ser ouvido, compreendido, o medo de rótulos, o medo do começo, do meio e do fim, o descobrir do corpo, da alma, as responsabilidades, as cobranças, as decepçoes, os sonhos distantes, os corações partidos...

Só sei que não é facil ser como sou, na época que estou, do jeito que vou!


2 comentários:

Mirele disse...

Você me descreveu? Oo
suhuhshusuhshussuhushsuh

;*

Te amo tanto!

Samara disse...

Naty...
Eu me orgulho de ter uma amiga como você!!Nossa como você escreve bem!!

Sinto saudade de "filosofar" horas e horas com Você!!

Te amOO
:*

Obs:Linda a musica

Quem me segue (se perde comigo)